Notícia

ENGENHARIA CIVIL

Aula Magna de Engenharia estabeleceu relações entre profissionais e mercado

01 de Setembro de 2017 ASCOM

Um auditório lotado de alunos curiosos. Foi assim a Aula Magna do curso de Engenharia Civil. A primeira atividade extraclasse do bacharelado reuniu as turmas pioneiras. Foram apresentadas as tendências de mercado e também o perfil profissional exigido para ocupar os campos de trabalho. O evento marcou um momento histórico para o curso.

“É uma gratidão imensa conseguir formatar este evento. Essa aula tem o intuito de apresentar aos alunos do primeiro período os diferentes ramos de atuação da Engenharia. A gente busca passar as diferentes relações com as quais eles vão conviver, desde a criação de empresas, a necessidade de fomento às novas tecnologias e empreendimentos, até a possibilidade de atuação nos órgãos públicos e a relação com os conselhos que regulam nossa profissão”, explicou o coordenador de Engenharia Civil, Diego Dantas.

A Aula Magna recebeu o sócio diretor do Grupo CONSERPA/ENGER e vice-presidente Federação das Indústrias da Paraíba, José William Montenegro. A explanação, que girou em torno do que as empresas esperam do engenheiro civil, deu aos alunos uma noção do que eles vão encontrar no mercado de trabalho.

“Essa meninada de hoje tem ferramentas muito melhores do que eu tive na minha época. Hoje está teoricamente mais fácil. Você tem grandes programas que te dão a oportunidade de fazer testes diversos e ter sensibilidade de buscar soluções. Eles precisam prezar pela ética, saber que estarão eternamente aprendendo e que têm uma missão divina para com o próximo”, afirmou José William Montenegro.

O engenheiro civil é hoje um profissional que, muito além do conhecimento técnico, deve atentar para outros fatores importantes e de impacto na realidade loca, a exemplo dos problemas sociais e da preocupação com o meio ambiente. Eles têm um papel fundamenta na mudança do cenário urbano e social.

A Aula Magna recebeu ainda o secretário de infraestrutura da Prefeitura de Patos, Antônio Carlos Martins, que expôs a experiência do engenheiro civil no setor público. Já a chefe da inspetoria do CREA-PB, Sineide Lacerda, abriu um debate sobre a regulamentação da profissão e as responsabilidades dos profissionais. A escolha dos palestrantes deu aos alunos uma visão ampla do campo de trabalho.

“William trouxe uma visão de mercado e de empreendedorismo na Engenharia. Antônio Carlos mostrou como o engenheiro atua como agente de mudança na área urbanística de uma cidade. E a senhora Sineide Lacerda fez a relação entre a engenharia e o órgão regulamentador”, ressaltou Diego Dantas.

A Aula Magna de Engenharia Civil teve ainda a participação da coordenadora acadêmica, Luzia Mendonça, e da diretora acadêmica das FIP, Alana Candeia, que deu as boas-vindas aos estudantes em nome da Instituição. O evento marcou simbolicamente o início das atividades acadêmicas do curso nas FIP.

© 2016 Faculdades Integradas de Patos

Rua Horácio Nóbrega, s/n Belo Horizonte, Patos-PB
CEP 58.704-000, Contato: (83)3421.7300 - 3421.8100